quinta-feira, junho 24

durante os próximos dias

vou estar aqui com a minha amiga mariadoérre. estou com saudades. vou gostar de conhecer novas pessoas e rever aquelas com quem já partilhei este espaço. é bem simpática a terra, as suas gentes e a localização da feira é muito agradável. se puderem dêm por lá uma saltada que vão gostar.
todos os dias das 20 às 24 horas; aos fins de semana e no feriado municipal (dia 29) das 16 às 24 horas.

segunda-feira, junho 21

domingo, junho 6

ainda em Maio - III

foi também de produção dos bonecos: desta vez burrinhos, pequenos e XXL, e rãs!
não coloquei aqui retratos de todos os que fiz, porque não consegui fazer um "retrato-de-família", eram muitos.
e já partiram todos! é verdade! uns foram para a Maçã e outros conhecer novas paragens: para Alverca, para a loja Encantos do Pecado - se puderem vão até pecar só um bocadinho que não se arrependem! - e "além-fronteiras". Já estão em Barcelona, na ilovekutchi-shop, que inaugura amanhã!

ainda em Maio - II


fui aprender uma coisa que há muito tempo queria saber: fazer rodilhas *!
Com a Mary, pessoa encantadora, que adorei conhecer!

 esta foi a que fiz em Sintra
e esta já fiz em casa, sozinha. Vou fazer mais!

aqui estão as duas, estou orgulhosa. Obrigada Mary!

(*) Para quem não sabe, a rodilha é uma peça feita com trapos (tecidos velhos) que se enrolam em forma de donut, que serve para as senhoras nas aldeias acartarem à cabeça cântaros, cestas, canastras, etc.
Lembro-me de ajudar, em pequena, a minha avó a cortar tirinhas de tecido, mas não conseguia lembrar-me de todo o processo de feitura. Pedi há pouco tempo, na minha aldeia, que me ensinassem, mas foi sempre sendo adiado. Agora já sei!

no mês de Maio - I

 
 fui à Maçã a um workshop cartonagem com tecido.  Era um grupo muito engraçado, e a "professora" Ana muito animada, que ensinou muito bem. Gostei. Quero mais (logo que haja e eu possa também).
Aqui está o trabalho de todas nós: a Ana a acabar a dela - havia meninas com pressa e a caixa da Ana não se juntou ao "grupo". Por dentro tinham tecidos diferentes, a que está aberta foi a que fiz.